terça-feira, 2 de abril de 2013

A compaixão depende de você

    “Ao que está aflito devia o amigo mostrar compaixão, ainda ao que deixasse o temor do Todo-Poderoso." Jó 6:14 

    Amar quem te ama é fácil, assim como, saber o nome de quem mora com você. Difícil mesmo é ter que amar e demonstrar compaixão por aqueles que estão aflitos, principalmente por aqueles que blasfemam o nome de Jesus.
    Nas redes sociais o principal tema discutido é o amor. Há milhões de casais apaixonados se declarando, metidos a filósofos escrevendo frases românticas e aqueles que simplesmente compartilham imagens fofas da "representação" do amor. POUCOS vivem esse amor tão falado! Também não quero entrar no mérito de classificar os "3 tipos de amor", afinal, não sou nenhum especialista no assunto. Mas quero que você entenda que o Amor é dom de Deus e que Deus é o amor.
    Confundimos constantemente a paixão que é um sentimento passageiro, com o amor, que é eterno.
    Quando o seu amigo está aflito, você deve mostrar compaixão por ele, mesmo que não queira estar perto dele. Esse amor que há dentro de você, vem de Deus, e mesmo com todos os motivos para ignorá-lo, você sente a necessidade de estar com ele e ajudá-lo.
    Em meio as situações de aflição do próximo, compartilhe essa compaixão que Deus nos deixou, se possível, presencialmente. As vezes, um simples olhar ou um abraço podem aliviar a pressão do próximo e confortá-lo com o grande amor de Deus.
(Gabriel Cardoso, Voz de Deus Brasil, 2 de Abril de 2013)

Deixo para vocês essa música do Paulo César Baruk - Flores em Vida - pois essa letra diz tudo o que é a manifestação da compaixão, por aqueles que amamos no decorrer da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário